DIA 2 | HOMENAGEM A NUNO JÚDICE

 

ANA SOUSA DIAS

(Foto: Alfredo Cunha)

ANA SOUSA DIAS | Jornalista, iniciou a sua carreira na publicação Vida Rural -, do grupo Diário de Notícias, em 1975. Passou pelo Diário de Notícias, O Diário, Expresso e Público. Estreou-se na televisão, na RTP-2, com o programa de entrevistas Por Outro Lado. Apresentou em 2007 a série O Meu Bairro. Realiza também entrevistas na Antena 1. Em Junho de 2004, foi distinguida com o Grande Prémio Gazeta 2003, organizado pelo Clube de Jornalistas, pelo modo como conduziu as entrevistas no programa Por Outro Lado. Em Março de 2017, sendo redactora principal do jornal Diário de Notícias, foi nomeada curadora do Prémio Oceanos de Literatura em Língua Portuguesa, antigo Prémio Portugal Telecom de Literatura, quando este foi pela primeira vez aberto a todos os livros publicados em língua portuguesa em qualquer país, juntando-se aos curadores brasileiros Selma Caetano e Manuel da Costa Pinto.

Moderará o COLÓQUIO DE HOMENAGEM A NUNO JÚDICE

ANA SOUSA DIAS | Journalist, she began her career in Vida Rural -, one of Diário de Notícias group publications, in 1975. She worked for Diário de Notícias, O Diário, Expresso and Público newspapers. She made her debut on television, on RTP-2, with the interview program Por Outro Lado. In 2007 she presented the series O Meu Bairro. She also performs interviews with Antena 1. In June 2004, she was honored with the 2003 Gazeta Grand Prize, organized by the Clube de Jornalistas. In March 2017, being the principal editor of the newspaper Diário de Notícias, she was appointed curator of the Portuguese Oceans of Literature Prize, the former Portugal Telecom Literature Prize, when it was first opened to all books published in Portuguese in any language. 

| TRIBUTE TO NUNO JÚDICE |


CATHERINE DUMAS

CATHERINE DUMAS | Professora emérita de língua e literatura portuguesas na Universidade da Sorbonne Nouvelle Paris 3. É autora da primeira tese de doutoramento em França sobre a obra da romancista portuguesa Agustina Bessa-Luís e de um livro sobre a mesma autora, Estética e Personagens (Campo das Letras, 2001). Interessa-se em especial no cruzamento das escritas do íntimo e do discurso poético, nas questões de género, no diálogo inter-artes e no diálogo entre os textos literários e a filosofia no âmbito da literatura-mundo.

Publicou numerosos livros colectivos e artigos sobre a ficção contemporânea e a poesia de língua portuguesa. Mantém uma actividade intensa de traducão do português para o francês sobretudo de poesia, mas também de ficção, teatro e diários. É membro de vários centros de pesquisa nas universidades francesas, portuguesas e brasileiras. Colabora, entre outras, na revista portuguesa Colóquio/Letras.

Participará no Colóquio de HOMENAGEM A NUNO JÚDICE

CATHERINE DUMAS  Catherine Dumas is an emeritus professor of Portuguese language and literature at the University of the Sorbonne Nouvelle Paris 3. She is the author of the first doctoral thesis in France on the work of the Portuguese novelist Agustina Bessa-Luís and a book on the same author, Aesthetics and Characters (Campo das Letras, 2001). She is particularly interested in the intersection of intimate writing and poetic discourse, gender issues, inter-arts dialogue and dialogue between literary texts and philosophy in the context of world literature. She has published numerous collective books and articles on contemporary fiction and Portuguese-language poetry. She keeps an intense activity of translating from Portuguese to French mainly of poetry, but also of fiction, theater and diaries. She is a member of several research centers in French, Portuguese and Brazilian universities. She collaborates, among others, with the Portuguese magazine Colóquio Letras.

 

 | TRIBUTE SESSION TO NUNO JÚDICE |

 

EGÍDIA SOUTO


EGÍDIA SOUTO| Professora universitária na Sorbonne Nouvelle, Paris. Em 2015 defendeu uma tese de doutoramento sobre Nuno Júdice.

 

Participará no Colóquio de HOMENAGEM A NUNO JÚDICE

 EGÍDIA SOUTO | University professor at the Sorbonne Nouvelle, Paris. In 2015 she defended a PhD thesis on Nuno Júdice.

 TRIBUTE SESSION TO NUNO JÚDICE |

 

GUILHERME D'OLIVEIRA MARTINS

GUILHERME D’OLIVEIRA MARTINS (n. Lisboa, 1952) | Administrador Executivo da Fundação Calouste Gulbenkian e Presidente do Grande Conselho do Centro Nacional de Cultura, Coordenador Nacional do Ano Europeu do Património Cultural 2018, Presidente do Conselho Fiscal da Caixa Geral de Depósitos, S.A., Licenciado e Mestre em Direito. Professor Universitário Convidado, Doutoramento Honoris Causa pela Universidade Lusíada, Doutoramento Honoris Causa pela Universidade Aberta, Doutoramento Honoris Causa pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP).

Foi Presidente do Tribunal de Contas (2005-2015). Nos Governos de Portugal foi, sucessivamente, Secretário de Estado da Administração Educativa (1995-1999), Ministro da Educação (1999-2000), Ministro da Presidência (2000-2002) e Ministro das Finanças (2001-2002). Foi Presidente da SEDES - Associação para o Desenvolvimento Económico e Social (1985-1995) e Vice-Presidente da Comissão Nacional da UNESCO (1988-1994). Foi Presidente da Comissão do Conselho da Europa que elaborou a Convenção de Faro sobre o valor do Património Cultural na sociedade contemporânea [Faro, (Portugal) 27 de Outubro de 2005]. Foi Presidente da EUROSAI – Organização das Instituições Superiores de Controlo das Finanças Públicas da Europa (2011-2014) e Presidente do Conselho de Prevenção da Corrupção (2008-2015).

Autor de diversas obras, entre as quais: Oliveira Martins, Uma Biografia (1986); Ministério das Finanças, Subsídios para a sua História no Bicentenário da Secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda (1988); Escola de Cidadãos (1992); O Enigma Europeu (1994); Educação ou Barbárie? (1999); O Novo Tratado Constitucional Europeu (2004); Portugal, Identidade e Diferença – Aventuras da Memória (2007; 2ª ed. 2008; 3ª ed. 2015); Património, Herança e Memória – A Cultura como Criação, 2009, 2ª ed. 2011; Mounier: O Compromisso Político, de Guy Coq (tradução e prefácio), 2012; Na Senda de Fernão Mendes – Percursos Portugueses no Mundo, 2014, 2ª ed. 2015; Ao Encontro da História - O Culto do Património Cultural (2018).

 Conferência Nuno Júdice uma homenagem justa do FLIQ 

GUILHERME D'OLIVEIRA MARTINS (n. Lisbon, 1952) | Executive Director of the Calouste Gulbenkian Foundation and President of the Grand Council of the National Center of Culture, National Coordinator of the European Year of Cultural Heritage 2018, Chairman of the Fiscal Council of Caixa Geral de Depósitos, S.A., Bachelor and Master in Law. Invited University Professor, Doctorate Honoris Causa from Universidade Lusíada, Doctorate Honoris Causa from the Open University, Doctorate Honoris Causa by the Higher Institute of Social and Political Sciences (ISCSP). He was President of the Court of Auditors (2005-2015). In the Governments of Portugal he was Secretary of State for Educational Administration (1995-1999), Minister of Education (1999-2000), Minister of the Presidency (2000-2002) and Minister of Finance (2001-2002). He was President of SEDES - Association for Economic and Social Development (1985-1995) and Vice-President of the UNESCO National Commission (1988-1994). He was President of the Commission of the Council of Europe which drew up the Faro Convention on the Value of Cultural Heritage in Contemporary Society [Faro, (Portugal) 27 October 2005]. He was President of EUROSAI - Organization of the Supervisory Institutions of Public Finance in Europe (2011-2014) and President of the Council for the Prevention of Corruption (2008-2015). Author of several works, among which: Oliveira Martins, Uma Biografia (1986); Ministério das Finanças, Subsídios para a sua História no Bicentenário da Secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda (1988); Escola de Cidadãos (1992); O Enigma Europeu (1994); Educação ou Barbárie? (1999); O Novo Tratado Constitucional Europeu (2004); Portugal, Identidade e Diferença – Aventuras da Memória (2007; 2ª ed. 2008; 3ª ed. 2015); Património, Herança e Memória – A Cultura como Criação, 2009, 2ª ed. 2011; Mounier: O Compromisso Político, de Guy Coq (tradução e prefácio), 2012; Na Senda de Fernão Mendes – Percursos Portugueses no Mundo, 2014, 2ª ed. 2015; Ao Encontro da História - O Culto do Património Cultural (2018).

| TRIBUTE TO NUNO JÚDICE |

 

JOSÉ MANUEL DE VASCONCELOS

JOSÉ MANUEL DE VASCONCELOS | Nasceu em Lisboa, em Dezembro de 1949, licenciou-se em Direito e exerce a advocacia. Poeta, ensaísta e tradutor, publicou vários livros de poesia, bem como textos ensaísticos e críticos. Tem colaboração dispersa pelas principais revistas literárias e jornais portugueses, e em algumas revistas e jornais estrangeiros. Tem escrito igualmente sobre pintura, nomeadamente em catálogos de exposições. Participou em diversos Colóquios e Encontros literários em Portugal e em diversos outros países. Traduziu poetas como Federico García Lorca, Eugenio Montale, Umberto Saba e Paul Valéry. É membro da direcção da Associação Portuguesa de Escritores e colaborador do Osservatorio Permanente Sugli Studi Pavesiani nel Mondo, tendo publicado em Itália vários ensaios sobre Pavese. Tem poemas traduzidos em espanhol, francês, italiano, alemão, chinês, japonês e árabe.

 Participará no Colóquio de HOMENAGEM A NUNO JÚDICE

JOSÉ MANUEL DE VASCONCELOS |Born in Lisbon in December 1949, he graduated in Law and works as a lawyer. Poet, essayist and translator, he published several books of poetry, as well as essays and book reviews. He has been collaborating in the most important Portuguese literary journals and newspapers, and in some journals and foreign newspapers. He has also written about painting, namely in exhibition catalogues. He participated in several colloquiums and literary conferences in Portugal and in several other countries. He translated poets like Federico García Lorca, Eugenio Montale, Umberto Saba and Paul Valéry. He is a member of the board of the Portuguese Association of Writers and collaborator of the Osservatorio Permanente Sugli Studi Pavesiani nel Mondo, having published several essays on Pavese in Italy. He has poems translated into Spanish, French, Italian, German, Chinese, Japanese and Arabic.

 

 TRIBUTE SESSION TO NUNO JÚDICE |


LUÍS FILIPE DE CASTRO MENDES

Embaixador LUÍS FILIPE DE CASTRO MENDES | Nasceu em 1950, em Idanha-a-Nova. É licenciado em Direito pela Universidade Clássica de Lisboa, tendo sido adjunto dos Gabinetes do Ministro sem Pasta (1974-1975) e do Ministro dos Negócios Estrangeiros (1975).Foi aprovado no concurso de admissão aos lugares de adido de embaixada em 1974. Desempenhou funções na Embaixada em Luanda (1977-1979), na Embaixada em Madrid (1979-1982), na Casa Civil do Presidente da República (1983-1986), na Embaixada em Paris (1986-1991), na Missão Permanente junto do Conselho da Europa (1991-1993). Foi Diretor de Serviços da América do Sul e Central da Direção-Geral das Relações Bilaterais (1994-1995), e Chefe do Gabinete do Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação (1995-1998, Cônsul-Geral no Rio de Janeiro (1998-2000). Representou Portugal em Budapeste (2003-2007), com credenciais de Embaixador, e em Nova Delhi (2007-2009), também com credenciais de Embaixador. Foi Representante Permanente junto da Organização para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), em Paris (2011-2012), e Representante Permanente junto do Conselho da Europa, em Estrasburgo (2012-2015). Exerceu funções como Ministro da Cultura entre 2016 e 2018. Luís Filipe de Castro Mendes estreou-se ainda na década de 1960 com poemas que publicava no suplemento juvenil do Diário de Lisboa e no suplemento literário do diário República. O seu primeiro livro data de 1983 e, desde então, a sua obra literária tem vindo a afirmar-se cada vez mais. Vinculada à tradição lírica portuguesa, a sua escrita integra de modo pessoal memórias individuais e coletivas, com uma notável consciência do Amor e da Morte, num diálogo cultural e estético em que, sobretudo nos seus livros mais recentes (A Misericórdia dos Mercados, 2014, e Outro Ulisses Regressa a Casa, 2016) se tem acentuado uma aguda noção do destino humano e algumas interrogações perante os rumos da sociedade contemporânea. Recebeu as seguintes condecorações: Grã-Cruz da Ordem do Mérito; Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique; Grande-Oficial da Ordem do Mérito, da Áustria; Grande-Oficial da Ordem de Leopoldo II, da Bélgica; Grande-Oficial da Ordem de Adolfo Nassau, do Luxemburgo; Comendador da Ordem do Rio Branco, do Brasil; Comendador do Ordem do Falcão, da Islândia; Oficial da Ordem do Mérito, do Congo; Oficial da Ordem de Isabel, a Católica, de Espanha; Oficial da Legião de Honra, de França; Cavaleiro da Ordem Real Victoriana, do Reino Unido. 

Participará no Colóquio de HOMENAGEM A NUNO JÚDICE


LUÍS FILIPE DE CASTRO MENDESBorn in Idanha-a-Nova, Portugal, 1950

Law Degree, University of Lisbon, Faculty of Laws 1974

  • Professional background:

Entered the diplomatic corps through public competition in 1974, serving as an adviser to the Minister of Foreign Affairs in 1975.

He was then stationed in the following positions:

-     1977 to 1979, Third Secretary – Portuguese Embassy in Luanda, Angola;

-     1979 to 1982, Second Secretary – Portuguese Embassy in Madrid, Spain;

-     1983 to 1986, Diplomatic Adviser of the President of the Republic of Portugal;

-     1986 to 1991, Counsellor – Portuguese Embassy in Paris, France;

-     1991 to 1993, Deputy Permanent Representative of Portugal to the Council of Europe in Strasbourg, France;

-     2016 to 2018, Portuguese Minister of Culture.

From 1994 to 1995 he was Director of Services to South America and from 1995 to 1998 Chief of Staff of the Secretary of State of Foreign Affairs and Cooperation. From 1998 to 2000, he was Consul-General to Rio de Janeiro, in Brazil

As ambassador, he represented Portugal in Budapest, Hungary, from 2003 to 2007 and in New Delhi, India, from 2007 to 2009.

He was also Permanent Representative of Portugal to UNESCO from 2011 to 2012 and to the Council of Europe from 2012 to 2016.

In addition, Ambassador Castro Mendes is also a writer and a poet with several publications:

1983 – Recados, 1984 - Areias escuras, 1985 - Seis elegias e outros poemas, 1991 - A Ilha dos Mortos, 1993 - Viagem de Inverno, 1994 - O Jogo de fazer versos, 1995 - Correspondência secreta, 1996 - Modos de música, 1997 - Quadras ao gosto pessoano, 1998 - Outras canções, 1999 - Poesia reunida: 1985-1999: com o livro inédito Os amantes obscuros, 2001 - Os Dias inventados, 2007 - Os amantes obscuros: poemas escolhidos (1985-2001) – Bilingual publication in Portuguese and Danish, 2011 - Lendas da Índia - António Quadros Prize, 2014 - A misericórdia dos mercados, 2016 - Outro Ulisses regressa a casa, 2018 – Poemas Reunidos.

  • Awarded the following commendations:

Grand-Cross of the Order of Merit; Grand-Officer of the Order of Infante D. Henrique; Grand-Officer of Merit from Austria; Grand-Officer of the Order of Leopold II of Belgium; Grand-Officer of the Order of Merit of Adolphe of Nassau from Luxemburg; Commander of the Order of the Rio Branco of Brazil; Commander of the Order of the Falcon from Iceland; Officer of the Order of Merit from Congo; Officer of Order of Isabella of Castile from Spain; Officer of the Legion of Honour from France; Knight of the Royal Victorian Order from the United Kingdom.

 

 TRIBUTE SESSION TO NUNO JÚDICE |


MARIA FERNANDA DE ABREU

MARIA FERNANDA DE ABREU | Nascida em Lisboa em 1948, é  doutorada em Literaturas Românicas Comparadas, com uma tese sobre Cervantes no Romantismo Português. Foi, sucessivamente, monitora na Faculdade de Letras de Lisboa, onde se licenciou, encarregada de curso na Universidade Complutense de Madrid e professora na Universidade Nova de Lisboa, onde fundou o Núcleo de Estudos Ibéricos e Ibero-Americanos, sendo actualmente membro integrado do CHAM / Center of Humanities da FCSH / UNL. Foi Profesora visitante e conferencista convidada em distintas universidades europeias e latino-americanas e «Visiting Scholar» nas de Harvard e Brown, USA.  Coordenadora da participação portuguesa em distintos projectos europeus, foi membro das direcções das Associações Internacional de Hispanistas e de Cervantistas. Condecorada com a Gran Cruz da  Orden de Isabel la CatólicaMembro de Honra da Asociación de Cervantistas e Membro Correspondente da Real Academia Española.

Participará no Colóquio de HOMENAGEM A NUNO JÚDICE

MARIA FERNANDA DE ABREU | Born in Lisbon in 1948, she has a doctorate in Comparative Roman Literatures, with a thesis on Cervantes in Portuguese Romanticism. She was a lecturer at the Faculty of Arts in Lisbon, where she graduated,  she was a Head of Degree at the Universidad Complutense de Madrid and a lecturer at the Universidade Nova de Lisboa, where she founded the Center for Iberian and Ibero-American Studies and she is currently an integrated member of the CHAM / Center of Humanities of FCSH / UNL. She was a Visiting Lecturer and guest lecturer at several European and Latin American universities and Visiting Scholar at Harvard and Brown, USA. She was also a Coordinator of the Portuguese participation in different European projects, she was a member of the boards of the International Associations of Hispanists and Cervantes researchers. She was honoured with the Grand Cross of the Order of Isabel la Católica, and she is a Member of Honor of the Cervantes Association and Correspondent Member of the Royal Spanish Academy.

 

TRIBUTE SESSION TO NUNO JÚDICE |


TERESA ALMEIDA



Participará no Colóquio de HOMENAGEM A NUNO JÚDICE

 TRIBUTE SESSION TO NUNO JÚDICE |