AUTOR HOMENAGEADO

Na concepção do FLIQ, foi decidido que em cada ano haverá um escritor homenageado. Nesta 1.ª edição, a decisão foi unânime, tendo recaído a escolha sobre o Poeta Casimiro de Brito, natural de Loulé com raízes em Querença, com uma extraordinária obra literária, em dimensão e em qualidade estética, e um percurso verdadeiramente universalista, que lhe valeu, por exemplo, a nomeação para Embaixador Mundial da Paz, em 2006.

Precisamente neste ano assinalam-se 60 anos sobre a publicação dos seus primeiros textos, dados à estampa no jornal A Voz de Loulé, onde fundou e dirigiu a página literária Prisma de Cristal. Nascia aí uma polifónica obra que é a sua marca de água.

Ainda nos anos da juventude promoveu diversas iniciativas editoriais que inscreveram o Algarve na geografia da vanguarda literária portuguesa na década de 1960. Referimo-nos aos Cadernos do Meio-Dia, às colecções A Palavra e Silex, ou Poesia 61.

A sua obra encontra-se publicada em mais de 20 línguas e tem recebido prestigiados prémios internacionais. O FLIQ é uma excelente oportunidade para divulgar e celebrar a Obra deste fecundo autor, que acaba de publicar Apoteose das Pequenas Coisas.

O dia 6, sábado, ser-lhe-á totalmente dedicado através de uma sessão que contará com a sua presença e na qual participarão prestigiados especialistas em literatura contemporânea, nacionais e estrangeiros, e de uma exposição documental e bibliográfica, que ilustrará a complexa “tapeçaria mental” construída ao longo de 60 anos de vida literária.

Tendo como um dos seus objectivos principais o desenvolvimento cultural no Algarve, a Fundação Manuel Viegas Guerreiro levará mais longe a divulgação da Obra de Casimiro de Brito, através de uma exposição itinerante que percorrerá as bibliotecas municipais e escolas da região durante o próximo ano lectivo.

Convidamo-lo a participar nesta merecida homenagem, que terá início às 15h00 do dia 6 de Agosto de 2016.